Noticias Saúde - Asa Branca tem alta após 71 dias- Diarioweb
Saúde
 
Superação
São José do Rio Preto, 23 de Abril, 2013 - 4:13
Asa Branca tem alta após 71 dias

Victor Augusto

Divulgação
Asa Branca e a mulher, Sandra, no hospital Emílio Ribas comemorando o aniversário dele de 51 anos
O locutor de rodeios Asa Branca teve alta do hospital Emílio Ribas, em São Paulo, anteontem, onde passou 71 dias internado e foi submetido a seis cirurgias no cérebro para implantar duas válvulas para controlar a pressão intracraniana. O astro das arenas Waldemir Ruy dos Santos, 51 anos,o Asa Branca, foi diagnosticado no dia 10 de fevereiro com neurocriptococose, popularmente conhecida como a doença do pombo. No período em que esteve internado o locutor recebeu diversas manifestações de apoio à sua recuperação. No último dia 19, ele festejou o aniversário de 51 anos na companhia da esposa, Sandra Santos, dentro do hospital.

“Estamos muito felizes. Os exames mostraram que ele está bem e que agora pode se tratar em casa mesmo”, afirma a mulher, que está casada com ele há cinco anos. O casal mora em São Paulo. Ele contou que estava em um hotel na Capital gravando uma locução quando sentiu forte dor de cabeça e desmaiou. No mesmo momento foi levado para o hospital onde foi submetido à cirurgia de emergência.

“Depois dessa primeira cirurgia ele passou por outras cinco para a colocação das válvulas. Uma delas infeccionou e precisou ser recolocada. Mas, agora, ele está bem e se Deus quiser vai voltar à vida normal”, afirmou Sandra. Ela acredita ainda que a oração dos amigos e familiares pela recuperação foi muito importante para o restabelecimento do marido. “Agradeço muito aos amigos que nos deram força para superar esse momento difícil de nossas vidas.”

Doença

A neurocriptococose é uma espécie de meningite provocada por fungos encontrados nas fezes de pombos. A contaminação se dá pelas vias aéreas, porém nunca acontece de pessoa para pessoa.

Carreira

Natural de Turiúba, na região de Rio Preto, Asa Branca iniciou carreira nas arenas em 1984, como peão. Após sofrer acidente, em Fernandópolis, o locutor mudou de lado, passou a apresentar os rodeios. Foi para os Estados Unidos conhecer as provas de lá.

Em 1987, ele inovou a locução do rodeio brasileiro ao trazer o microfone sem fio, que dava maior desenvoltura para as apresentações e performance. De lá para cá, ele não parou de inovar. Na mesma década, o locutor entrou na arena em Barretos de helicóptero surpreendendo o público. E essa passou a ser sua marca registrada nas festas.


Quer ler o jornal na íntegra? >> Acesse aqui o Diário da Região Digital

 
     
16 de Agosto, 2012
Sangramentos fora de hora merecem atenção
 
18 de Abril, 2012
Exame de ferritina calcula os níveis de ferro
 
8 de Maio, 2012
Sangramento menstrual excessivo pode ser tratado
 
6 de Julho, 2011
Universitária morre ao doar medula óssea
 
1 de Junho, 2012
Cuidados preventivos amenizam desgaste dos ossos do joelho
 
 
› 21/12 Reclamações contra os planos de saúde crescem 800% em três anos
› 20/12 SUS dá calote de R$ 4,8 mi na Santa Casa
› 20/12 Ielar atrasa o pagamento do 13º salário dos funcionários
› 20/12 Falta de farmacêutico impõe espera de 5 horas por remédio
› 20/12 Após 2 anos, Thiaguinho irá para casa
› 20/12 Procedimentos e tratamentos evitam uma gravidez indesejada
Leia mais sobre Saúde
rodeio locutor internado Sâo Paulo
 
 
Acervo
Revista Vida e Arte
Negócios em Pauta
Locall
Imóveis
(17) 3355-1090
Condominium
Imóveis
(17) 4009-3333
 
 
Bemac
Máquinas de costura
(17) 3234-3687
Criação de Sites
e Lojas virtuais.
(17) 99641-2508
Home | Institucional | Economia | Cidades | Geral | Esportes | Saúde | Política | Estradas | Tecnologia | Educação | Meio Ambiente | Sirva-se | Olá | Opinião | Artigos | Editorial | Opinião do leitor | Classificados | Divirta-se | Atendimento | Promoções | Fotojornalismo | Vídeos | PodCasts | Blogs | RSS | Jornal na Educação
Diarioweb® Todos os direitos reservados // Atendimento Design e desenvolvimento DiarioWeb