Noticias Política - Com quantos votos se faz um deputado?- Diarioweb
Política
 
Matemática da eleição
São José do Rio Preto, 15 de Agosto, 2010 - 1:50
Com quantos votos se faz um deputado?

Thomaz Vita Neto

Thomaz Vita Neto
Coca, do PSDB, diz que imagem do partido ajuda eleger candidatos
Líderes partidários e coordenadores de campanha calculam que cada partido ou coligação precisará obter, no mínimo, 300 mil votos para eleger um deputado federal e 210 mil para eleger um deputado estadual. Esses números, chamados de “quociente eleitoral”, não representam a quantidade de votos exigidos para o candidato ser eleito. Partidos pequenos e com poucos “figurões”, como PV e Psol, podem eleger deputados com 35 mil votos, como ocorreu em 2006. Já grandes siglas, como PSDB e PMDB, que reúnem “caciques”, para ser eleito é preciso alcançar votação expressiva.

Para chegar ao quociente de cada eleição, a Justiça Eleitoral divide o número de votos válidos (excluindo brancos e nulos) pelo número vagas que o Estado de São Paulo tem direito na Câmara dos Deputados, ou seja, 70 cadeiras, e pelo número de vagas na Assembleia Legislativa, 94. Se as expectativas das campanhas se confirmarem, a cada 210 mil votos que um partido ou coligação conseguir será eleito um deputado estadual, mesmo que o primeiro colocado receba menos votos que o mínimo do quociente.

No Psol, por exemplo, na eleição passada foram eleitos deputados estaduais com 50 mil e 35 mil votos. O partido quer repetir o desempenho e, por isso, lançou três candidatos da região na disputa por vaga na Assembleia Legislativa. Enquanto no nanico Psol a eleição de um deputado poder ser conquistada com pouco mais de 30 mil votos, no DEM, por exemplo, são exigidos, no mínimo 70 mil votos. Já o PT elegeu deputado estadual com 55 mil votos na eleição passada.

Edvaldo Santos
Zeca: candidatos do PMDB precisam superar 100 mil votos para se eleger


Apesar do número, o presidente do PT de Rio Preto, Félix Blasque, afirmou que o partido trabalha para que o ex-vereador João Paulo Rillo obtenha 80 mil votos na disputa por uma vaga na Assembleia. “Neste ano o número de eleitores é maior, assim como o número de candidatos. Não podemos trabalhar com a votação mínima”, disse. Ele também aposta no voto de legenda, aquele no qual o eleitor vota apenas no número do partido. “Nossos militantes são fieis”, afirmou.

Para ser eleito deputado estadual no PSDB, a votação mínima exigida é ainda maior. Nas eleições de 2006, o último deputado do partido foi eleito com 72 mil votos. É esse o patamar a ser atingido e até mesmo ultrapassado por Carlão Pignatari, Clóvis Chaves e Geraldo Vinholi, candidatos tucanos na região. De acordo com o coordenador regional do PSDB, Luiz Henrique Coca, o fato de o partido estar à frente do governo do Estado ajuda na projeção dos candidatos. “A imagem do partido colabora com as candidaturas”, disse.

O PMDB não se coligou a nenhum partido para a disputa de deputado federal. Em 2006, o partido elegeu três parlamentares federais: Antonio Bulhões, Francisco Rossi e Michel Temer. O primeiro deixou o partido e foi para o PRB. O último é candidato a vice na chapa do PT à presidência.

A sigla aposta que desta vez os puxadores de votos serão o ex-prefeito Edinho Araújo, além Rossi e Paulo Lima. A coordenação da campanha de Edinho acredita que ele terá que conquistar 120 mil para brigar por uma vaga na Câmara dos Deputados. “Na eleição passada, o Temer foi eleito com 99 mil. Acredito que qualquer candidato dentro do PMDB que quiser se eleger precisará passar essa marca”, afirmou Zeca Moreira, que assessora Edinho.

Legenda

Com a saída de Celso Russomano da disputa para deputado federal, o PP aposta no voto de legenda, aquele no qual o eleitor vota apenas no partido sem indicar um candidato. Russomano teve mais 500 mil votos na eleição passada. Agora, ele disputa o governo do Estado. A coordenação do PP acredita que ao lançar candidato próprio ao governo, garantirá maior quantidade de votos de legenda.





Quer ler o jornal na íntegra? Acesse aqui o Diário da Região Digital

 
     
15 de Janeiro, 2010
Salário de juiz e promotor é de R$ 22 mil
 
27 de Julho, 2012
DiárioLeaks
 
23 de Maio, 2014
STF analisa se Sarney teve informação sobre Banco Santos
 
16 de Julho, 2014
Presidência se sobrepõe à campanha, garante Dilma
 
3 de Julho, 2014
'Fora de campo, damos exemplo de organização', diz Dilma
 
 
› 22/07 Para Lula, a política está desmoralizada e apodrecida
› 22/07 Ex-porta-voz de Lula aponta solidão de Dilma em campanha
› 22/07 Desacelaração econômica vira centro da disputa eleitoral
› 22/07 'Mal-estar' no País dá novas chances à oposição, diz FHC
› 22/07 Empreiteira que fez obra doou para tucano
› 22/07 PT propõe acordo para que Skaf dê apoio a Dilma em SP
Leia mais sobre Política
eleições 2010 votos candidatos deputados
 
DiarioLeaks
Revista Vida e Arte
Locall
Imóveis
(17) 3355-1090
Condominium
Imóveis
(17) 4009-3333
 
 
Bemac
Máquinas de costura
(17) 3234-3687
Home | Institucional | Economia | Cidades | Geral | Esportes | Saúde | Política | Estradas | Tecnologia | Educação | Meio Ambiente | Sirva-se | Olá | Diário na Copa | Opinião | Opinião do leitor | Artigos | Editorial | Classificados | Divirta-se | Atendimento | Promoções | Fotojornalismo | Vídeos | PodCasts | Blogs | RSS | Jornal na Educação
Diarioweb® Todos os direitos reservados // Atendimento Design e desenvolvimento MagicSite