Noticias Economia - Empresas rio-pretenses entram na onda da terceirização - Diarioweb
Economia
 
A onda é terceirizar
São José do Rio Preto, 27 de Fevereiro, 2013 - 1:50
Empresas rio-pretenses entram na onda da terceirização

Beto Carlomagno

Sergio Isso
Maurílio, Patrick e Paulo, da Mapp Consultoria: o trabalho deles é livrar o cliente de “preocupações burocráticas”
Economia e liberdade para focar em seu próprio negócio, sem se preocupar com áreas burocráticas que são fundamentais, mas que podem demandar tempo e investimento. Estas são as principais vantagens para quem opta pelo outsourcing. O serviço, de nome um pouco complicado, é um tipo de terceirização, em que empresas contratam outras empresas especialistas em certas áreas do processo burocrático necessário para qualquer empreendimento para cuidarem desta parte do trabalho.

O serviço pode ser feito em diversas áreas das empresas como contabilidade, gerenciamento de redes de computadores, impressão de documentos, entre outros. A empresa responsável pelo outsourcing cuida do trabalho referente à área para a qual foi contratada realizando as funções para o qual seria necessário um departamento inteiro dentro da empresa, por exemplo. É uma “transferência das responsabilidades” que poderiam causar preocupação desnecessária para a contratante, como garante Luis Felipe Lhacer Marson, arquiteto de soluções da Totvs, em Rio Preto.

“Este serviço contempla além do fornecimento do software para gestão, também os trabalhos administrativos e operacionais do departamento, ou seja, um profissional especializado da nossa empresa vai fazer todo o trabalho operacional e administrativo deixando o cliente se preocupar somente com o sua área de atuação”, afirma.

Maurilio Edevar Bassan, sócio proprietário da Mapp Consultoria, que oferece o serviço de outsourcing para departamento pessoal, também ressalta o fato de que com esta opção as empresas podem focar principalmente em seu próprio produto. Além disso, segundo Bassan, há ainda a redução de custos e a segurança para a empresa, que fica livre da possibilidade de ser surpreendida por problemas com seus funcionários.

“Os gestores da empresa passam a ter mais tempo para focar em sua atividade principal, o que gera mais receitas. Além disso, passam a contar com prestadores de serviços especializados na atividade terceirizada, tendo vários profissionais à sua disposição, evitando surpresas de afastamentos inesperados e também possibilitando redução de custos com pessoal, encargos, infraestrutura, equipamentos de informática, etc”, afirma.

E são por todas estas razões que a empresa Santa Cruz Paletes, de Potirendaba, optou pelo outsourcing, como afirma o diretor técnico Tiago Giglioti. “Utilizamos o outsourcing para o departamento pessoal para que possamos ficar mais preocupado com o nosso objetivo. Toda a parte burocrática do departamento pessoal necessita de um gasto de energia muito grande para manter tudo em ordem. Então, com o outsourcing, a empresa fica livre desta preocupação”, afirma Giglioti.

Para o diretor técnico, a tranquilidade trazida pela falta da responsabilidade em relação a mais um departamento da empresa é uma das grandes vantagens e compensa até mesmo o fato de o custo com a utilização do serviço não ser tão diferente do que existia quando sua empresa tinha seu próprio departamento. “Você tem a certeza de que não está pendente em nenhuma situação envolvendo a contabilidade, porque o prestador de serviços fica responsável por esta parte. Além disso, o custo para terceirizar e ter o seu próprio departamento pessoal é basicamente o mesmo. No entanto, o ganho é com a tranquilidade de saber que uma equipe especializada no assunto está cuidando do trabalho desta área o que nos permite nos forcarmos na nossa”.

Hamilton Pavam
Luis Felipe Lhacer Marson, da Totvs: “É uma transferência das responsabilidades”
Ética é item fundamental na escolha

Para o consultor Maurílio Bassan, o outsourcing pode ter desvantagens se não houve critério na hora de escolher o prestador do serviço. “A empresa precisa ter bastante cuidado na hora de escolher os prestadores de serviços porque se contratar alguma empresa que não seja idônea e ética, e que não tenha pessoal qualificado, poderá ficar sujeita a multas e sanções aplicados por órgãos governamentais”, diz.

Luis Felipe Marson também alerta para o fato de que é importante haver uma avaliação em relação às necessidades do empresário e da empresa e os possíveis resultados. “Avaliar a complexidade de seus processos a serem terceirizados em contrapartida aos resultados alcançados ao implantar esse serviço”.

Para Rafael Derrico, com o crescimento considerável do mercado de empresas que oferecem o serviço de outsourcing em TI, mais que nunca é importante fazer uma checagem da possível provedora do serviço antes de fechar sua contratação. “Em primeiro lugar deve-se avaliar o conhecimento e a maturidade da empresa que provê serviços de outsourcing em TI. Muitas empresas estão tentando oferecer este tipo de serviço no mercado, mas não possuem processos e conhecimentos suficientes que podem garantir as vantagens supra citadas”, afirma.

Diferetes ramos podem adotar

Adequado para qualquer tipo de empresa e de qualquer tamanho, o serviço de outsourcing busca agregar valor ao negócio do cliente, resultado de uma redução de custos e melhoria dos processos pela terceirização.

Os especialistas no assunto afirma que os principais resultados alcançados por meio da utilização do outsourcing são o foco no negócio, o ganho em produtividade, processos estruturados e definidos, custos previsíveis, acesso à tecnologia de ponto, sigilo e segurança na administração de dados e redução de custos. O ideal é a empresa solicitar o máximo possível de informações e se assegurar do sigilo antes de contratar um prestador de serviços dessa área.

Edvaldo Santos
José Antônio, Tiago e Maria: tempo para focar no próprio negócio
Custos são bastante variáveis

Mesmo com a possibilidade de atender empresas de qualquer porte, o outsourcing se torna vantajoso a partir do momento em que a empresa precisa de um serviço especializado nas rotinas de departamento pessoal, agregando qualidade e tranquilidade. “O custo é variável, pois geralmente cobra-se um valor por funcionário para o processamento mensal da folha de pagamento”, diz Maurílio Bassan.

Com esta variável, os gastos dependem do número de funcionários que a empresa possui e não mais daquele valor fixo com funcionários e departamento pessoal próprios. “Também deixa de ter custos com investimentos tecnológicos no setor e com infraestrutura, pois a totalidade dos serviços de processamento da folha de pagamento é transferida para o escritório do parceiro prestador de serviços”, afirma Bassan.

Já no caso do outsourcing de TI, a utilização do serviço, segundo Rafael Derrico, pode representar uma redução nos custos da empresa. “Ter uma equipe de TI com vários especialistas é essencial para as empresas, mas o custo nem sempre é viável, pois os profissionais precisam de evolução constante em uma atividade diferente de seu core business”.

Com a contratação do serviço, a empresa passa a ter acesso a novos recursos humanos e know-how de especialistas, garantia de continuidade da operação, melhora na qualidade dos serviços de infraestrutura de TI, entre outras vantagens, com um custo reduzido.

Hamilton Pavam
Rafael Derrico: conhecimento especializado a serviço de diferentes setores da economia
Outsourcing também para a área de tecnologia

A escolha pela terceirização na área de tecnologia da informação (TI) tem peculiaridades, garante o diretor comercial da Visual System Rafael Derrico. Segundo ele, a base do outsourcing em TI é o uso estratégico de recursos externos para a realização de atividades tradicionalmente feitas pelos recursos e equipes internos, assim como funciona nas outras áreas, mas alguns pontos fazem diferença entre os departamentos. “A maior diferença é que o outsourcing em TI visa obter conhecimento por fontes externas e a terceirização em um departamento pessoal muitas vezes está calcada em redução de custos”.

De acordo com o diretor comercial, o outsourcing em TI tem como função fazer o gerenciamento de redes de computadores, equipamentos de impressão de documentos, gestão de segurança corporativa, infraestrutura de hardware, entre outros serviços que necessitam de equipamentos, know-how e mão-de-obra especializada, fatores que chamam a atenção para a contratação de uma empresa que realiza o serviço e que constituem a vantagem de se utilizar o serviço.

“A principal vantagem que uma empresa busca na terceirização de serviços de TI é o conhecimento especializado, garantia de qualidade, melhor uso da tecnologia a sua disposição, custos previsíveis e a contratante pode focar todos os seus esforços em sua atividade fim. Além disso, manter um colaborador com conhecimentos específicos em banco de dados, redes ou sistemas operacionais é muito caro e requer uma gestão de Recursos Humanos muito alinhada a evolução de TI”, afirma Derrico.

A economia é feita principalmente pelo fato de os profissionais especializados serem compartilhados por mais de uma empresa contratante, o que diretamente deixa o recurso mais barato. “Em média outsourcing oferece uma economia de mais de 18% no primeiro ano para os clientes em comparação aos custos internos”. O conhecimento na área, segundo o diretor comercial, é a base para uma boa contratação e pode evitar perda de dinheiro. “Se a contratada não tiver conhecimento e processos bem definidos, os resultados nem sempre correspondem ao esperado o que pode incorrer em depreciação dos serviços de TI e custos além do previsto”.





Quer ler o jornal na íntegra? >> Acesse aqui o Diário da Região Digital

 
     
4 de Julho, 2013
Conheça as profissões com melhores salários
 
23 de Fevereiro, 2010
Rio Preto vai ganhar shopping com 251 lojas
 
23 de Junho, 2011
Lista traz quem vai receber até R$ 10 mil do Arantes
 
6 de Junho, 2013
Shopping Iguatemi divulgou nomes do mix de lojas
 
10 de Janeiro, 2010
Empresa inativa tem prazo para declaração
 
 
› 19/04 Professor da FGV diz que comerciante tem de ser criativo
› 18/04 Dilma destaca decisão de produzir plataformas no Brasil
› 18/04 Governo da Guiné deve revogar licença da Vale, diz WSJ
› 18/04 Campos no Twitter: povo quer mudanças
› 18/04 Redução do déficit da CDE passou pela Eletrobras
› 18/04 Em 3 anos, Brasil importou US$ 141 bi em máquinas
Leia mais sobre Economia
profissionais trabalho terceirização empresas contratação
 
DiarioLeaks
Blog revista Vida e Arte
Condominium
Imóveis
(17) 4009-3333
Locall
Imóveis
(17) 3355-1090
Locação de Brinquedos
Tudo novo !!!!
(17) 3014-2276
Bemac
Máquinas de costura
(17) 3234-3687
Amarido Vende !
Imóveis resid/com
(17) 3301-0925
Criação de Sites
e Lojas virtuais.
(17) 99641-2508
Home | Institucional | Economia | Cidades | Geral | Esportes | Saúde | Política | Estradas | Tecnologia | Educação | Meio Ambiente | Sirva-se | Olá | Opinião | Opinião do leitor | Artigos | Editorial | Classificados | Divirta-se | Atendimento | Promoções | Fotojornalismo | Vídeos | PodCasts | Blogs | RSS | Jornal na Educação
Diarioweb® Todos os direitos reservados // Atendimento Design e desenvolvimento MagicSite