Noticias Economia - Empresas rio-pretenses entram na onda da terceirização - Diarioweb
Economia
 
A onda é terceirizar
São José do Rio Preto, 27 de Fevereiro, 2013 - 1:50
Empresas rio-pretenses entram na onda da terceirização

Beto Carlomagno

Sergio Isso
Maurílio, Patrick e Paulo, da Mapp Consultoria: o trabalho deles é livrar o cliente de “preocupações burocráticas”
Economia e liberdade para focar em seu próprio negócio, sem se preocupar com áreas burocráticas que são fundamentais, mas que podem demandar tempo e investimento. Estas são as principais vantagens para quem opta pelo outsourcing. O serviço, de nome um pouco complicado, é um tipo de terceirização, em que empresas contratam outras empresas especialistas em certas áreas do processo burocrático necessário para qualquer empreendimento para cuidarem desta parte do trabalho.

O serviço pode ser feito em diversas áreas das empresas como contabilidade, gerenciamento de redes de computadores, impressão de documentos, entre outros. A empresa responsável pelo outsourcing cuida do trabalho referente à área para a qual foi contratada realizando as funções para o qual seria necessário um departamento inteiro dentro da empresa, por exemplo. É uma “transferência das responsabilidades” que poderiam causar preocupação desnecessária para a contratante, como garante Luis Felipe Lhacer Marson, arquiteto de soluções da Totvs, em Rio Preto.

“Este serviço contempla além do fornecimento do software para gestão, também os trabalhos administrativos e operacionais do departamento, ou seja, um profissional especializado da nossa empresa vai fazer todo o trabalho operacional e administrativo deixando o cliente se preocupar somente com o sua área de atuação”, afirma.

Maurilio Edevar Bassan, sócio proprietário da Mapp Consultoria, que oferece o serviço de outsourcing para departamento pessoal, também ressalta o fato de que com esta opção as empresas podem focar principalmente em seu próprio produto. Além disso, segundo Bassan, há ainda a redução de custos e a segurança para a empresa, que fica livre da possibilidade de ser surpreendida por problemas com seus funcionários.

“Os gestores da empresa passam a ter mais tempo para focar em sua atividade principal, o que gera mais receitas. Além disso, passam a contar com prestadores de serviços especializados na atividade terceirizada, tendo vários profissionais à sua disposição, evitando surpresas de afastamentos inesperados e também possibilitando redução de custos com pessoal, encargos, infraestrutura, equipamentos de informática, etc”, afirma.

E são por todas estas razões que a empresa Santa Cruz Paletes, de Potirendaba, optou pelo outsourcing, como afirma o diretor técnico Tiago Giglioti. “Utilizamos o outsourcing para o departamento pessoal para que possamos ficar mais preocupado com o nosso objetivo. Toda a parte burocrática do departamento pessoal necessita de um gasto de energia muito grande para manter tudo em ordem. Então, com o outsourcing, a empresa fica livre desta preocupação”, afirma Giglioti.

Para o diretor técnico, a tranquilidade trazida pela falta da responsabilidade em relação a mais um departamento da empresa é uma das grandes vantagens e compensa até mesmo o fato de o custo com a utilização do serviço não ser tão diferente do que existia quando sua empresa tinha seu próprio departamento. “Você tem a certeza de que não está pendente em nenhuma situação envolvendo a contabilidade, porque o prestador de serviços fica responsável por esta parte. Além disso, o custo para terceirizar e ter o seu próprio departamento pessoal é basicamente o mesmo. No entanto, o ganho é com a tranquilidade de saber que uma equipe especializada no assunto está cuidando do trabalho desta área o que nos permite nos forcarmos na nossa”.

Hamilton Pavam
Luis Felipe Lhacer Marson, da Totvs: “É uma transferência das responsabilidades”
Ética é item fundamental na escolha

Para o consultor Maurílio Bassan, o outsourcing pode ter desvantagens se não houve critério na hora de escolher o prestador do serviço. “A empresa precisa ter bastante cuidado na hora de escolher os prestadores de serviços porque se contratar alguma empresa que não seja idônea e ética, e que não tenha pessoal qualificado, poderá ficar sujeita a multas e sanções aplicados por órgãos governamentais”, diz.

Luis Felipe Marson também alerta para o fato de que é importante haver uma avaliação em relação às necessidades do empresário e da empresa e os possíveis resultados. “Avaliar a complexidade de seus processos a serem terceirizados em contrapartida aos resultados alcançados ao implantar esse serviço”.

Para Rafael Derrico, com o crescimento considerável do mercado de empresas que oferecem o serviço de outsourcing em TI, mais que nunca é importante fazer uma checagem da possível provedora do serviço antes de fechar sua contratação. “Em primeiro lugar deve-se avaliar o conhecimento e a maturidade da empresa que provê serviços de outsourcing em TI. Muitas empresas estão tentando oferecer este tipo de serviço no mercado, mas não possuem processos e conhecimentos suficientes que podem garantir as vantagens supra citadas”, afirma.

Diferetes ramos podem adotar

Adequado para qualquer tipo de empresa e de qualquer tamanho, o serviço de outsourcing busca agregar valor ao negócio do cliente, resultado de uma redução de custos e melhoria dos processos pela terceirização.

Os especialistas no assunto afirma que os principais resultados alcançados por meio da utilização do outsourcing são o foco no negócio, o ganho em produtividade, processos estruturados e definidos, custos previsíveis, acesso à tecnologia de ponto, sigilo e segurança na administração de dados e redução de custos. O ideal é a empresa solicitar o máximo possível de informações e se assegurar do sigilo antes de contratar um prestador de serviços dessa área.

Edvaldo Santos
José Antônio, Tiago e Maria: tempo para focar no próprio negócio
Custos são bastante variáveis

Mesmo com a possibilidade de atender empresas de qualquer porte, o outsourcing se torna vantajoso a partir do momento em que a empresa precisa de um serviço especializado nas rotinas de departamento pessoal, agregando qualidade e tranquilidade. “O custo é variável, pois geralmente cobra-se um valor por funcionário para o processamento mensal da folha de pagamento”, diz Maurílio Bassan.

Com esta variável, os gastos dependem do número de funcionários que a empresa possui e não mais daquele valor fixo com funcionários e departamento pessoal próprios. “Também deixa de ter custos com investimentos tecnológicos no setor e com infraestrutura, pois a totalidade dos serviços de processamento da folha de pagamento é transferida para o escritório do parceiro prestador de serviços”, afirma Bassan.

Já no caso do outsourcing de TI, a utilização do serviço, segundo Rafael Derrico, pode representar uma redução nos custos da empresa. “Ter uma equipe de TI com vários especialistas é essencial para as empresas, mas o custo nem sempre é viável, pois os profissionais precisam de evolução constante em uma atividade diferente de seu core business”.

Com a contratação do serviço, a empresa passa a ter acesso a novos recursos humanos e know-how de especialistas, garantia de continuidade da operação, melhora na qualidade dos serviços de infraestrutura de TI, entre outras vantagens, com um custo reduzido.

Hamilton Pavam
Rafael Derrico: conhecimento especializado a serviço de diferentes setores da economia
Outsourcing também para a área de tecnologia

A escolha pela terceirização na área de tecnologia da informação (TI) tem peculiaridades, garante o diretor comercial da Visual System Rafael Derrico. Segundo ele, a base do outsourcing em TI é o uso estratégico de recursos externos para a realização de atividades tradicionalmente feitas pelos recursos e equipes internos, assim como funciona nas outras áreas, mas alguns pontos fazem diferença entre os departamentos. “A maior diferença é que o outsourcing em TI visa obter conhecimento por fontes externas e a terceirização em um departamento pessoal muitas vezes está calcada em redução de custos”.

De acordo com o diretor comercial, o outsourcing em TI tem como função fazer o gerenciamento de redes de computadores, equipamentos de impressão de documentos, gestão de segurança corporativa, infraestrutura de hardware, entre outros serviços que necessitam de equipamentos, know-how e mão-de-obra especializada, fatores que chamam a atenção para a contratação de uma empresa que realiza o serviço e que constituem a vantagem de se utilizar o serviço.

“A principal vantagem que uma empresa busca na terceirização de serviços de TI é o conhecimento especializado, garantia de qualidade, melhor uso da tecnologia a sua disposição, custos previsíveis e a contratante pode focar todos os seus esforços em sua atividade fim. Além disso, manter um colaborador com conhecimentos específicos em banco de dados, redes ou sistemas operacionais é muito caro e requer uma gestão de Recursos Humanos muito alinhada a evolução de TI”, afirma Derrico.

A economia é feita principalmente pelo fato de os profissionais especializados serem compartilhados por mais de uma empresa contratante, o que diretamente deixa o recurso mais barato. “Em média outsourcing oferece uma economia de mais de 18% no primeiro ano para os clientes em comparação aos custos internos”. O conhecimento na área, segundo o diretor comercial, é a base para uma boa contratação e pode evitar perda de dinheiro. “Se a contratada não tiver conhecimento e processos bem definidos, os resultados nem sempre correspondem ao esperado o que pode incorrer em depreciação dos serviços de TI e custos além do previsto”.





Quer ler o jornal na íntegra? >> Acesse aqui o Diário da Região Digital

 
     
4 de Julho, 2013
Conheça as profissões com melhores salários
 
6 de Junho, 2013
Shopping Iguatemi divulgou nomes do mix de lojas
 
23 de Fevereiro, 2010
Rio Preto vai ganhar shopping com 251 lojas
 
30 de Maio, 2014
Anatel aprova redução da assinatura da Telefônica
 
23 de Junho, 2011
Lista traz quem vai receber até R$ 10 mil do Arantes
 
 
› 25/10 Grupo busca alternativas para pagar dívida bilionária
› 24/10 Etanol está competitivo apenas em GO, MT, PR e SP
› 24/10 Preço de etanol hidratado cai em 16 Estados e no DF
› 24/10 Bolsas em Nova York sobem em reação a balanços
› 24/10 Ibovespa desacelera no fim, mas garante alta com eleição
› 24/10 Tribunal do Cade vai avaliar operação de ICL e Fosbrasil
Leia mais sobre Economia
profissionais trabalho terceirização empresas contratação
 
 
Acervo
Revista Vida e Arte
Negócios em Pauta
Locall
Imóveis
(17) 3355-1090
Condominium
Imóveis
(17) 4009-3333
 
 
Bemac
Máquinas de costura
(17) 3234-3687
Home | Institucional | Economia | Cidades | Geral | Esportes | Saúde | Política | Estradas | Tecnologia | Educação | Meio Ambiente | Sirva-se | Olá | Opinião | Artigos | Editorial | Opinião do leitor | Classificados | Divirta-se | Atendimento | Promoções | Fotojornalismo | Vídeos | PodCasts | Blogs | RSS | Jornal na Educação
Diarioweb® Todos os direitos reservados // Atendimento Design e desenvolvimento MagicSite