Diarioweb.com.br - Flash Bola
S. J. do Rio Preto - Sexta, 19 de dezembro de 2014 




 
 
Notícias
Diarioweb Busca de Notícias

 
Arquivo de Notícias
Carnaval
Dossiê Diário
A inteligência contra o crime
Diário Olímpico
AgroDiário
A vida como ela é
Barretos
100 anos da imigração japonesa no Brasil
Beira D Água
Rio Preto 157 anos
Copa 2002
Charge
Cidades
Chame o Diário
Diário História
Copa 2006
Comportamento
Economia
Copa Diário/Sesc
CPI Banestado
Jogos Abertos
Rio Preto 156 anos
AgroDiário
Expo Rio Preto
Educação
Eleições
Santa Europa
Esportes
Rio Preto 154 anos
Meio Ambiente
Guerra no Golfo
Política
Paz no Trânsito
Revista Bem Estar
Rio Preto 153 anos
Saúde
Semae
Sua Casa
Tecnologia
Turismo
Últimas Notícias
Veículos
Zé Buracão
Divirta-se
Cinema
Teatro
Eventos e Shows
Galeria de Fotos
Coluna Social
Horóscopo
Diário Imagens
Opinião
Artigos
Bastidores
Coluna do Diário
Defesa do Consumidor
Dividida
Editorial
Flash Bola
Opinião do Leitor
Proteja-se!
Mário Luiz sabe o que diz
Serviços
Loterias
Estradas
Mapa do site
Notas de Falecimento
Contato
Nossos telefones
Fale Conosco
Disque Denúncia
Anuncie
Sob a regência de Márcio Bittencourt
São José do Rio Preto, 12 de janeiro de 2007
  Carlos Chimba  
O REGENTE - Márcio observa treino do América, que estréia quarta-feira no Paulistão

Comandado por Márcio Bittencourt, o América estréia quarta-feira no Paulistão, enfrentando o caçula Rio Claro, no estádio Augusto Schmitt Filho. O ex-volante, que alcançou a fama como jogador do Corinthians, é um treinador da nova safra, tendo iniciado a carreira nas categorias de base do clube do Parque São Jorge. Em 2005, foi promovido ao time principal para substituir o demitido Daniel Passarella. Conseguiu ajustar a equipe que assumiu a liderança do Brasileirão. Mesmo assim, acabou dispensado no dia 25 de setembro de 2005, após ter vencido o Flamengo por 3 a 1, no Rio de Janeiro, não devido a maus resultados, mas em razão de divergências com a diretoria, que alegou falta de experiência dele como treinador.

Contratado pelo Brasiliense, que já estava capengando no Campeonato Brasileiro, não evitou a queda do time candango à Série B. Em 20 de abril de 2006, acertou com o Fortaleza, onde permaneceu até 3 de junho, quando a equipe cearense foi derrotada por 2 a 0 pelo Cruzeiro. Bittencourt chegou ao América no início de dezembro e espera fazer uma boa campanha no estadual deste ano. Nascido em São José dos Campos, no dia 19 de outubro de 1964, ele começou a jogar no time de sua cidade natal. “Aos 16 anos eu já atuava no profissional do São José”, diz. Tive o passe comprado pelo Corinthians na época da Democracia Corintiana”, acrescenta. Foi lançado na equipe principal, improvisado na lateral-direita, pelo técnico Jair Picerni.

Enfrentou o América pela primeira vez no dia 2 de abril de 1986, pelo Paulistão, quando o Corinthians, já sob o comando do técnico Rubens Minelli, venceu por 1 a 0, gol de Wilson Mano, no Pacaembu. Jogou pela primeira vez no estádio Mário Alves Mendonça no empate sem gols entre América e Corinthians, dia 24 de junho de 1986, quando entrou no lugar do zagueiro Edivaldo. Na segunda vez, novo empate de 0 a 0, no ano seguinte, já como titular. Conquistou o título paulista de 1988 na final histórica contra o Guarani, quando Viola marcou o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Guarani, em Campinas, após empate de 1 a 1 no primeiro duelo, no Pacaembu. Em 27 jogos, o “Timão” obteve 14 vitórias, nove empates e sofreu quatro derrotas. Marcou 42 gols e sofreu 22.

Dois anos depois, foi campeão brasileiro com o Corinthians colocando água no chope do São Paulo, que esperava comemorar seu terceiro título nacional. Na decisão, o Alvinegro venceu a primeira partida por 1 a 0, gol de Wilson Mano. Repetiu o placar no duelo de volta, gol do “talismã” Tupãzinho. No seu primeiro título nacional, o Corinthians acumulou 12 vitórias, oito empates e cinco derrotas, com 23 gols marcados e 20 sofridos. Em grande fase, Márcio Bittencourt foi convocado pelo técnico Paulo Roberto Falcão para defender a Seleção Brasileira na Copa América de 1991, no Chile. Foi uma verdadeira maratona com um jogo a cada dois dias. Márcio não atuou nas três primeiras rodadas (vitória contra a Bolívia por 2 a 1, empate de 1 a 1 com o Uruguai e derrota de 2 a 1 diante da Colômbia). Estreou na vitória de 3 a 1 contra o Equador, na última rodada da primeira fase. O Brasil precisava vencer por dois ou mais gols de diferença para se classificar. Fez o terceiro gol só aos 44 minutos do segundo tempo, com o meia Luís Henrique, do Palmeiras. No quadrangular final, Márcio jogou e foi expulso na derrota de 3 a 2 para a Argentina. Ficou fora das vitórias contra Colômbia e Chile, ambas por 2 a 0. Os argentinos foram campeões e o Brasil, vice.





NO CALDEIRÃO - Time do Corinthians que empatou em 0 a 0 com o América, no MAM, pelo Paulistão de 1987. De pé, a partir da esquerda: Mauro, Edivaldo, Carlos, Catanoce, Edson e Ailton; agachados: Jorginho, Biro Biro, Índio, Márcio e João Paulo





PAULISTÃO Márcio Bittencourt, hoje técnico do América, foi campeão estadual pelo Corinthians em 1988. A partir da esquerda: Biro Biro, Denilson, Viola, Márcio, Ronaldo, Dida, Edson, João Paulo, Paulinho Carioca, Everton e Marcelo Djian





BRASILEIRÃO - Márcio foi titular absoluto do time que conquistou o 1º título nacional da história do Corinthians. De pé: Giba, Jacenir, Marcelo Djian, Guinei, Márcio, Ronaldo e Flávio Trevisan(fisicultor); agachados: Fabinho, Wilson Mano, Tupãzinho, Neto e Mauro





COPA DO BRASIL - No Inter de Porto Alegre, em 1992, Márcio Bittencourt colocou mais duas faixas no peito: campeão da Copa e bicampeão gaúcho. Na foto, o time colorado que goleou o Corinthians por 4 a 0, no Pacaembu, no dia 9 de outubro, pela 1ª fase da Copa do Brasil. Em pé, da esquerda para direita: Fernandez, Célio Silva, Célio Lino, Márcio, Ricardo e Daniel; agachados: Maurício, Elson, Gérson, Marquinhos e Zinho





NA SELEÇÃO - Convocado pelo técnico Paulo Roberto Falcão, Márcio Bittencourt disputou a Copa América do Chile, em 1991. A foto do dia 17 de junho de 1991, mostra os jogadores Cafu, Luís Henrique (atrás), Mauro Silva e Márcio na Granja Comary, em Teresópolis, durante treino preparatório para o amistoso contra a Argentina, no estádio Pinheirão, em Curitiba, que terminou empatado em 1 a 1



Dois títulos pelo Inter em 10 dias
Em 1992, depois da trajetória vitoriosa no Corinthians e da frustrada passagem pela Seleção Brasileira na Copa América do Chile, Márcio Bittencourt transferiu-se para o Inter de Porto Alegre, onde foi campeão da Copa do Brasil. Logo na primeira fase, o time gaúcho, comandado pelo técnico Antônio Lopes, impôs respeito e massacrou o Corinthians, em pleno Pacaembu, por 4 a 0. Depois, o Colorado eliminou o arquirrival Grêmio nos pênaltis por 3 a 0 após empatar os dois jogos em 1 a 1. Ganhou os dois confrontos contra o Palmeiras, na fase semifinal (2 a 0 e 2 a 1).

Márcio se machucou e não participou das duas partidas decisivas contra o Fluminense (derrota nas Laranjeiras, no Rio, por 2 a 1, e vitória no Beira Rio, por 1 a 0, gol de pênalti marcado pelo zagueiro Célio Silva, aos 43 minutos do segundo tempo). Dez dias após o título da Copa do Brasil, o volante - hoje técnico do América -, colocou mais uma faixa no peito. Conquistou o bicampeonato gaúcho, novamente em cima do Grêmio. Márcio ainda jogou no Juventus e no Araçatuba até encerrar a carreira em 1996, no Inter-RS. As contusões nos ligamentos dos dois joelhos fizeram ele pendurar a chuteira aos 32 anos de idade. O treinador americano é casado com Simone e tem os filhos Henry, de 15 anos, Caroline, 13, e Camila, 4.

FICHAS TÉCNICAS


América 0 x 0 Corinthians

América
Marola; Brasinha, Ricardo, Roberto Fonseca e Daniel; Detti, Admilson (Roberto Cavalo) e Pianelli; Dácio, Claudinho (Gil Catanoce) e Marcelo. Técnico: Julinho Barcelos.

Corinthians
Carlos; Edson Boaro, Mauro, Edivaldo e Ailton (Wilson Mano); Márcio Bittencourt, Paulo Cézar Catanoce e Biro Biro; Jorginho, Índio
e João Paulo. Técnico: Basílio.

Juiz: Roberto Nunes Morgado.
Renda: Cz$ 828.210,00. Público: 12.133 pagantes. Local: estádio Mário Alves Mendonça, em Rio Preto, dia 26 de abril
de 1987, pelo Paulistão, na 2ª vez que Márcio Bittencourt defendeu o Corinthians contra o América, em Rio Preto.

Guarani 0 x 1 Corinthians

Guarani
Sérgio Neri, Marquinhos, Vagner, Ricardo Rocha e Albéris; Barbieri (Mário Maguila), Paulo Isidoro, Marco Antônio Boiadeiro e Neto (Careca), Evair e João Paulo. Técnico: José Luiz Carbone.

Corinthians
Ronaldo, Edson Boaro, Marcelo, Denílson e Dida; Biro Biro, Márcio Bittencourt (Paulinho Gaúcho), Everton (Wilson Mano) e João Paulo; Viola e Paulinho Carioca. Técnico: Jair Pereira.

Gol: Viola aos 9 minutos do segundo tempo da prorrogação.
Juiz: Arnaldo César Coelho (RJ).
Local: estádio Brinco de Ouro, em Campinas, domingo, 31 de julho de 1988, quando Márcio foi campeão paulista com o Corinthians.

São Paulo 0 x 1 Corinthians

Corinthians
Ronaldo; Giba, Marcelo Djian, Guinei e Jacenir; Márcio Bittencourt, Wilson Mano, Tupãzinho e Neto (Ezequiel); Fabinho e Mauro (Paulo Sérgio). Técnico: Nelsinho Baptista.

São Paulo
Zetti; Cafu, Antônio Carlos, Ivan e Leonardo; Flávio, Bernardo e Raí (Marcelo); Mário Tilico (Zé Teodoro), Eliel e Elivélton. Técnico: Telê Santana.

Gol: Tupãzinho aos 9 minutos do segundo tempo.
Juiz: Edmundo Lima Filho.
Expulsões: Bernardo e Wilson Mano.
Renda e público: não obtidos.
Local: Morumbi, em São Paulo, domingo, 16 de dezembro de 1990, quando Márcio foi campeão brasileiro pelo Corinthians.

Brasil 3 x 1 Equador

Brasil
Taffarel; Mazinho I, Ricardo Rocha, Márcio Santos e Branco; Mauro Silva, Márcio Bittencourt, Mazinho II e Neto (Luís Henrique); Silvio (Careca) e João Paulo. Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Equador
Ramirez; Bravo, Montanero, Quiñonez e Capurro; Ivaron (Garay), Muñoz e Aguinaga; Aviles, Tenório e Carcelen (Urbano). Técnico: não obtido.

Gols: Mazinho I aos 8 e Muñoz aos 12 minutos do 1º tempo. Márcio Santos aos 8 e Luís Henrique aos 44 minutos do 2º tempo.
Juiz: Juan Francisco Escobar (Paraguai).
Expulsão: Mazinho II.
Local: estádio de Viña del Mar, no Chile, segunda-feira, 15 de julho de 1991, na última rodada da primeira fase da Copa América, quando Márcio defendeu a Seleção Brasileira.

Araçatuba 2 x 1 América

Araçatuba
Alexandre; Jonilson, Edson Garça (Camilo) (Tuta), Vladimir e Vaguinho; Márcio Bittencourt (Lúcio Surubim), Toninho, Wallce e Mazinho Loyola; Raudinei e Adil. Técnico: Oswaldo Alvarez.

América
Neneca; Renato Cruz, Renato Carioca, Davi (Márcio Baby) e Robinson; Serginho Carioca, Edinan, Roberto Alves e Edson Pezinho;
Wallace e Cléber Arado (Sandro). Técnico: Julio Cesar Leal.

Gols: Mazinho Loyola aos 4, Raudinei aos 16 e Wallace aos 35 minutos do primeiro tempo.
Juiz: Flávio de Carvalho.
Renda: R$ 10.317,00.
Público: 1.851 pagantes.
Local: estádio Ademar de Barros, em Araçatuba, domingo, 30 de abril de 1995, pela 20ª rodada do Paulistão, quando Márcio defendeu o Araçatuba.
    11/10/2009 - Jonas, campeão no Olímpia
    04/10/2009 - As mãos abençoadas do goleiro Reis
    27/09/2009 - O rompedor Vavá Matinha
    20/09/2009 - Moraes, a promessa da Lusa
    13/09/2009 - O ‘matador’ Toninho
    06/09/2009 - Luizinho, um goleiro campeão
    30/08/2009 - ‘Belô’ completa 27 anos
    23/08/2009 - Barbirotto fica 768 minutos sem sofrer gols no América
    16/08/2009 - A elasticidade e a coragem do goleiro Roni
    09/08/2009 - O clássico zagueiro Café
    02/08/2009 - Vitinha chega às finais com o Jacaré
    19/07/2009 - América completa 10 anos do último título
    12/07/2009 - Ex-zagueiro estreia como técnico do Rio Preto
    05/07/2009 - Meia Rossi surge no Rio
    28/06/2009 - A categoria de Marcelo
    21/06/2009 - Neuri arrebenta no América e vai para o Palmeiras
    14/06/2009 - Rosan, um dos melhores goleiros da história do Jacaré
    07/06/2009 - Jaiminho, o lateral ‘cavalo’
    31/05/2009 - A história do Azulão
    24/05/2009 - A eficiência do zagueiro Pádua
    17/05/2009 - Tino sai do juvenil do Cruzeiro para ser campeão no Jacaré
    10/05/2009 - Zé Fernandes, ídolo revelado na Ercília
    03/05/2009 - O perseverante Betinho
    26/04/2009 - Gazze sai da várzea, atua no América e em mais 4 times
    19/04/2009 - Jacaré campeão de 1973
    12/04/2009 - Novato do Jacaré explode no Bugre
    05/04/2009 - Pintado, o pitbull de Telê, agora no comando do Leão
    08/03/2009 - Um gigante chamado Rubinho
    15/02/2009 - O goleador Soares
    08/02/2009 - Centroavante Serrano torna-se meio-campista goleador
    01/02/2009 - Daniel joga oito anos no América e fatura título pelo SP
    25/01/2009 - ‘Xerifão’ Miro brilha no América e no Santos
    18/01/2009 - Meia Zé Roberto roda por 18 clubes
    11/01/2009 - Beque de Auriflama vira goleador na Espanha
    04/01/2009 - Tato, o ‘matador’ do Fernandópolis
    28/12/2008 - Fogueira começa no América e se destaca na Ferroviária
    21/12/2008 - DICÃO IMPUNHA RESPEITO
    14/12/2008 - Cinco coroas para Túlio Affini no Palmeiras
    07/12/2008 - Livro proporciona viagem pelos derbys rio-pretenses
    30/11/2008 - Tim era o guerreiro do meio-de-campo
    23/11/2008 - A valentia do 'matador' Cide
    16/11/2008 - Moreno costura o jogo no meio-campo
    09/11/2008 - Gutemberg ganha duas faixas com o América
    02/11/2008 - Maior ídolo do Ceará, Gildo deixa sua marca no América
    26/10/2008 - Alcides Alves só jogou até se formar em odontologia
    19/10/2008 - Campeão com a Seleção e o Vasco
    12/10/2008 - O jogador Roberval Davino
    05/10/2008 - Doutor Celso é campeão no SP
    28/09/2008 - Bazaninho defende o SP e sobe com São Bento e América
    21/09/2008 - Xande no time do ‘Galinho’
    14/09/2008 - Calé, o moço de Ariranha
    07/09/2008 - Apaixonados pelo futebol
    31/08/2008 - Zé Roberto sobe três times e conquista título no México
    13/07/2008 - Técnico do Rio Preto jogou em 10 clubes paulistas
    06/07/2008 - Revelação do Palmeiras brilha no México
    22/06/2008 - ARLEN JOGOU NO SANTOS, ATLÉTICO-MG E INTER-RS
    15/06/2008 - Hepatite abrevia passagem do magro Orias no Palmeiras
    08/06/2008 - Sérgio Neri, pegador de pênaltis e tri vice com o Guarani
    01/06/2008 - Do Palmeiras à Olimpíada
    25/05/2008 - Boiadeiro é campeão com Vasco, Cruzeiro e Corinthians
    18/05/2008 - Um meia tipo exportação
    11/05/2008 - Uma lenda viva chamada Oberdan
    04/05/2008 - Nei, o terror dos beques
    27/04/2008 - Tigrila sobe quatro times e fatura título estadual no Nordeste
    20/04/2008 - NEGUITO BRILHA NAS ALTEROSAS
    13/04/2008 - Varlei jogou em 13 agremiações
    09/04/2008 - Timão vence concorrência e leva Catanoce
    30/03/2008 - Nascimento é o homem das faixas
    23/03/2008 - Zé Carlos, operário dedicado ao futebol
    16/03/2008 - O ‘Pintadinho’ da lateral
    03/02/2008 - Velloso fica vinculado ao Palmeiras durante 16 anos
    27/01/2008 - Rio Preto serve de trampolim para Carlos Alberto Silva
    20/01/2008 - Volante Luiz Carlos Martins pára após rodar por oito times
    13/01/2008 - Meio-campista Ladeira torna-se descobridor de talentos
    06/01/2008 - Márcio Florêncio ditava o ritmo
    30/12/2007 - Edinan salva o América e fatura título com o Corinthians
    23/12/2007 - LACERDA ERA ZAGUEIRO E VOLANTE À MODA ANTIGA
    16/12/2007 - O ‘BAD BOY’ DOS ANOS 70
    09/12/2007 - A competência de Vail Mota
    01/12/2007 - Campeão com o América, Leal chega ao São Paulo
    24/11/2007 - A paixão do sapateiro Hildebrando pelo futebol amador
    18/11/2007 - Tita recupera a memória um ano após grave acidente
    11/11/2007 - UM XERIFE MELANCIA
    04/11/2007 - Tubá sai da várzea para ser campeão
    28/10/2007 - Beijoca acaba com série invicta de Leão
    21/10/2007 - Bazani, o maior ídolo da história da Ferroviária
    14/10/2007 - Poiani detona o Timão campeão de 77
    07/10/2007 - Contusão no joelho abrevia carreira do zagueiro Victor
    30/09/2007 - Luis Fernando Gaúcho, a ‘Patada Atômica’ do América
    23/09/2007 - A HISTÓRIA DE JULINHO
    16/09/2007 - Minelli é o único campeão com América e Rio Preto
    09/09/2007 - A ‘FLECHA RUBRA’ CHAMADA MAZZOLA
    02/09/2007 - O DONO DA ROUPARIA
    27/08/2007 - Ademilson era líder e curinga
    19/08/2007 - Icão, ‘xerifão’ na conquista do primeiro título do Jacaré
    12/08/2007 - Wilson Luiz, o Bocão, algoz dos grandes
    29/07/2007 - Perobinha vira Juraci no Tricolor
    22/07/2007 - A CATEGORIA DO XERIFÃO EDINHO
    15/07/2007 - O trombador Pinho se transforma em técnico andarilho
    08/07/2007 - Paulo César Borges, um goleiro cinco estrelas
    01/07/2007 - Oscar marcou o gol do primeiro título do América
    24/06/2007 - PAULINHO JAÚ EXPLODIU JUNTO COM DINAMITE
    17/06/2007 - Wagner, do América para a seleção
    10/06/2007 - Nei, ídolo e autor do primeiro gol do Jacaré no Riopretão
    03/06/2007 - A RICA HISTÓRIA DO ‘GALO AZUL’
    28/05/2007 - O apetite de gol de Romário e Pelé
    20/05/2007 - O goleiro da ‘asa quebrada’
    13/05/2007 - ‘Índio do Diabo’ sobe com Jacaré
    06/05/2007 - Bulau, o canhota de ouro do Jacaré
    29/04/2007 - A POLÍTICA DA BOA VIZINHANÇA
    22/04/2007 - DO JACARÉ PARA O PEIXE
    15/04/2007 - O INSINUANTE MARQUINHOS
    08/04/2007 - Paixão sobre duas rodas
    04/03/2007 - A elegância de Jorge Lima
    25/02/2007 - Ídolo no Japão traça nova meta
    18/02/2007 - O goleiro titular no Brasileirão 78
    11/02/2007 - Goleiro vira centroavante
    04/02/2007 - Prandi só não jogou no gol
    28/01/2007 - O amor de Birigüi pelo América
    21/01/2007 - Menino da Vila faz sucesso na região
    07/01/2007 - ‘Matador’ veste vermelho na Copa SP
    31/12/2006 - Folclore e carisma de João Avelino
    24/12/2006 - Juventude foi o trampolim de Marta
    17/12/2006 - Chuverá, o ‘Motorzinho’
    10/12/2006 - Final de arrepiar na Taça da Cidade
    03/12/2006 - Quatro façanhas do Tricolor
    27/11/2006 - Luiz Antonio, um goleiro nota 10
    20/11/2006 - Tragédia após o Dia da Independência
    13/11/2006 - Livro relata derbys e grandes duelos
    06/11/2006 - Atacante Cássio, o Mariano de Jaci
    29/10/2006 - Cleto, uma carreira dedicada a 3 times
    22/10/2006 - Até Chulapa temia Orlando Fumaça
    10/10/2006 - Ídolo no América e campeão no Verdão

Conheça São José do Rio Preto

Grupo Diário de Comunicação
Jornal Diário da Região: Quem faz o jornal | Assine o jornal | Anuncie no jornal
FM Diário:
Quem faz a FM Diário | Anuncie na FM Diário
Site Diarioweb:
Quem faz o site | Assine o Diarioweb | Mapa do site
Revista Vida&Arte: Quem faz a Revista | Anuncie na Revista
©Copyright 2000 - Todos os direitos reservados ao Grupo Diário de Comunicação - São José do Rio Preto-SP Brasil
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast ou redistribuído sem prévia autorização.
Resolução mínima de 800x600