S. J. do Rio Preto - Terça, 30 de setembro de 2014 




 
 
Notícias
Diarioweb Busca de Notícias

 
Arquivo de Notícias
Carnaval
Dossiê Diário
A inteligência contra o crime
Diário Olímpico
AgroDiário
A vida como ela é
Barretos
100 anos da imigração japonesa no Brasil
Beira D Água
Rio Preto 157 anos
Copa 2002
Charge
Cidades
Chame o Diário
Diário História
Copa 2006
Comportamento
Economia
Copa Diário/Sesc
CPI Banestado
Jogos Abertos
Rio Preto 156 anos
AgroDiário
Expo Rio Preto
Educação
Eleições
Santa Europa
Esportes
Rio Preto 154 anos
Meio Ambiente
Guerra no Golfo
Política
Paz no Trânsito
Revista Bem Estar
Rio Preto 153 anos
Saúde
Semae
Sua Casa
Tecnologia
Turismo
Últimas Notícias
Veículos
Zé Buracão
Divirta-se
Cinema
Teatro
Eventos e Shows
Galeria de Fotos
Coluna Social
Horóscopo
Diário Imagens
Opinião
Artigos
Bastidores
Coluna do Diário
Defesa do Consumidor
Dividida
Editorial
Flash Bola
Opinião do Leitor
Proteja-se!
Mário Luiz sabe o que diz
Serviços
Loterias
Estradas
Mapa do site
Notas de Falecimento
Contato
Nossos telefones
Fale Conosco
Disque Denúncia
Anuncie
Sepultamento
Catanduva está de luto por causa do acidente
São José do Rio Preto, 22 de julho de 2004
  Lívia Gandolfi/ O Regional  
Carro dirigido por Sônia Zanardo ficou completamente destruído

Gisele Bortoleto

Seis pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas, duas delas com gravidade, em um acidente ocorrido ontem por volta das 10 horas da manhã no quilômetro 485 da rodovia Washington Luiz (SP-310), em Catanduva. Um carro Monza atropelou seis pessoas, todas funcionárias do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) que trabalhavam na remoção dos 13 mil litros de solvente que vazaram no domingo do tanque de uma usina de asfalto do órgão, e atingiram o leito do córrego Barro Preto. Em seguida, o veículo capotou. Morreram no acidente a motorista do carro, Sônia Aparecida Zanardo, 34 anos, a mãe dela, Santa Polegatto Zanardo, 62, além dos quatro funcionários do DER, Antônio Canal, 64, José Carlos Pova, 44, Wanderley Baldan e Osvaldo Rodrigues de Oliveira.

Eles trabalhavam na remoção do solvente dentro de uma canaleta de águas pluviais na beira da rodovia quando foram atropelados pelo Monza que seguia no sentido Catanduva-Catiguá. Todos morreram no local. Alguns corpos foram mutilados com o impacto. No carro que vinha de São Paulo, estavam cinco pessoas, entre elas duas crianças, que iam passar alguns dias na casa de parentes em Santa Rita D´Oeste, cidade próxima de Santa Fé do Sul. Outros dois funcionários do DER, João Carlos Nucci e Jurandir Artur Fornazari, que também trabalhavam no local, sofreram ferimentos graves. No Monza, estavam também o marido de Sônia, José Carlos Gulli, 42, o filho do casal, Victor Zanardo Gulli, 7, e um sobrinho deles Igor Zanardi Bortolatti, 8. Eles sofreram ferimentos leves. Todas as vítimas foram levadas para o hospital Padre Albino. A mãe de Sônia foi socorrida, mas morreu no hospital. Segundo a assessoria do Padre Albino, as quatro vítimas que permaneceram internadas passam bem.

Na hora do acidente, pelo menos dez pessoas trabalhavam na canaleta e outros cinco no córrego. José Nunes, um dos funcionários do DER, trabalhava na remoção do solvente no córrego, alguns metros adiante. “Não vi nada. Só ouvimos o barulho e corremos para tentar ajudar” disse. O tenente Fabiano Ferreira do Nascimento, comandante interino da Polícia Rodoviária Estadual, em Rio Preto, disse que somente o laudo técnico vai poder indicar as causas do acidente. No entanto, segundo ele, cerca de 20 quilômetros antes do acidente, o Monza foi flagrado por um radar a uma velocidade de 138 quilômetros por hora. Três quilômetros antes do acidente, Sônia assumiu a direção. “Ela seguia na pista da esquerda e tinha um carro à frente dela e um ao lado”, disse Gulli. Nesse momento, ela teria reclamado de problemas nos freios. “Foi muito rápido”, disse. Segundo a polícia, o carro derrapou por 82,2 metros e capotou outros 58,5 metros.


Carlos Chimba
Caixões com os quatros corpos dos funcionários do DER em Catanduva

Acidente abala o município
Willian Rodrigues recebeu dos funcionários do IML de Catanduva a notícia de que o pai, Osvaldo Rodrigues de Oliveira, estava entre os mortos no acidente na Washington Luiz. Antes, ele havia visto na TV as imagens do acidente, enquanto almoçava. Preocupado, já que o pai trabalha do DER, ele decidiu ir ao IML para saber se o pai estava entre as vítimas. “Quando cheguei aqui, o funcionário me disse que ele estava entre os mortos”, disse Rodrigues. Segundo ele, a mãe, que ficou em casa, foi confortada por parentes. “Reconheci o corpo do meu pai e voltei para casa para buscar os documentos”, afirmou. O clima de tristeza marcou amigos e parentes das vítimas que foram ao IML para reconhecer os corpos. Entre eles, estava Clóvis Barbosa, que foi com a mulher reconhecer o corpo do irmão, José Carlos Pova. “É muito triste perder uma pessoa da família”, disse.

O mesmo aconteceu com José Aparecido Pereira, que reconheceu o corpo do cunhado Wanderley Baldan. “Está sendo muito difícil, mas vamos ter de superar”, afirmou. O estudante André Belini também esteve no IML. Apesar de não ser parente ou amigo das vítimas, disse que o acidente chocou toda a população de Catanduva. “Todo mundo ficou muito triste pela forma em que essas pessoas morreram enquanto trabalhavam para sustentar suas famílias”, disse. Os quatro funcionários do DER estão sendo velados no cemitério Nossa Senhora de Fátima, em Catanduva, e devem ser enterrados hoje às 8 horas. Por causa da gravidade dos ferimentos, os caixões onde estão os corpos foram lacrados. O corpo de Sônia Aparecida Zanardo, que dirigia o Monza, foi levado para São Paulo, onde será enterrado.
   17/10/2009 - Acidente com cinco veículos deixa 2 mortos
   16/10/2009 - Acidente com 5 veículos deixa 2 mortos e 1 ferido
   16/10/2009 - Mãe presencia morte do filho em acidente
   15/10/2009 - Rapaz morre ao capotar perto da Represa e 2 morrem em rodovia
   14/10/2009 - Acidentes deixam 4 mortos e 52 feridos
   13/10/2009 - Em oito acidentes nas estradas, um morto e seis pessoas feridas
   10/10/2009 - Acidente mata motorista e congestiona a BR-153
   09/10/2009 - Motorista morre após caminhões baterem de frente
   07/10/2009 - Quase 500 km de vicinais serão recuperadas
   06/10/2009 - Região registra total de 4 mortes em 31 acidentes
   29/09/2009 - Acidentes nas estradas deixam três mortos
   25/09/2009 - Mulher morre e outra fica ferida em colisão
   23/09/2009 - Motorista morre em acidente na BR-153, perto de Bady
   22/09/2009 - Acidentes deixam saldo de 5 mortes
   20/09/2009 - Quatro morrem em acidentes na região
   16/09/2009 - Dois morrem em acidentes na região
   15/09/2009 - Rodovia será interditada à meia-noite
   15/09/2009 - Acidentes nas estradas da região causam 5 mortes
   12/09/2009 - Rodovia Assis Chateaubriand será fechada 4ª
   11/09/2009 - Trabalhador rural morre atropelado em rodovia

Conheça São José do Rio Preto

Grupo Diário de Comunicação
Jornal Diário da Região: Quem faz o jornal | Assine o jornal | Anuncie no jornal
FM Diário:
Quem faz a FM Diário | Anuncie na FM Diário
Site Diarioweb:
Quem faz o site | Assine o Diarioweb | Mapa do site
Revista Vida&Arte: Quem faz a Revista | Anuncie na Revista
©Copyright 2000 - Todos os direitos reservados ao Grupo Diário de Comunicação - São José do Rio Preto-SP Brasil
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast ou redistribuído sem prévia autorização.
Resolução mínima de 800x600