S. J. do Rio Preto - Terça, 2 de setembro de 2014 




 
 
Notícias
Diarioweb Busca de Notícias

 
Arquivo de Notícias
Carnaval
Dossiê Diário
A inteligência contra o crime
Diário Olímpico
AgroDiário
A vida como ela é
Barretos
100 anos da imigração japonesa no Brasil
Beira D Água
Rio Preto 157 anos
Copa 2002
Charge
Cidades
Chame o Diário
Diário História
Copa 2006
Comportamento
Economia
Copa Diário/Sesc
CPI Banestado
Jogos Abertos
Rio Preto 156 anos
AgroDiário
Expo Rio Preto
Educação
Eleições
Santa Europa
Esportes
Rio Preto 154 anos
Meio Ambiente
Guerra no Golfo
Política
Paz no Trânsito
Revista Bem Estar
Rio Preto 153 anos
Saúde
Semae
Sua Casa
Tecnologia
Turismo
Últimas Notícias
Veículos
Zé Buracão
Divirta-se
Cinema
Teatro
Eventos e Shows
Galeria de Fotos
Coluna Social
Horóscopo
Diário Imagens
Opinião
Artigos
Bastidores
Coluna do Diário
Defesa do Consumidor
Dividida
Editorial
Flash Bola
Opinião do Leitor
Proteja-se!
Mário Luiz sabe o que diz
Serviços
Loterias
Estradas
Mapa do site
Notas de Falecimento
Contato
Nossos telefones
Fale Conosco
Disque Denúncia
Anuncie
Fisioterapia
Exercício para o tratamento da labirintite
São José do Rio Preto, 3 de maio de 2009
  Orlandeli/Editoria de Arte  

Ariana Pereira

02:16 - Os sintomas são vertigem, desequilíbrio e, em alguns casos, movimentos involuntários dos olhos. Além disso, perda de audição, náusea, ansiedade e sensação de mal-estar são algumas das características que indicam labirintite. A inflamação no labirinto, ou ouvido interno (responsável por noções de orientação espacial e equilíbrio do corpo), pode ser consequência de uma infecção respiratória causada por vírus, bactéria, lesões na cabeça, alergia ou reação a medicamentos. Um dos efeitos da labirintite é a ansiedade crônica, produzindo tremores, palpitações do coração, ataques de pânico e depressão. Sejam quais forem as causas da inflamação ou as consequências dela no organismo, ela pode ser tratada e curada. Um dos meios de tratamento é a Terapia de Reabilitação Vestibular. A técnica é uma forma de reduzir ou até mesmo eliminar a tontura residual causada pela doença. “A tontura é o primeiro motivo da procura pelo médico.

Ela pode ser causada por uma variedade de problemas, que inclui a patologia vestibular (aparelho vestibular é um dos componentes do ouvido interno). O tratamento dos pacientes com problemas vestibulares sempre foi difícil. Há alguns anos, os pacientes com tonturas ou vertigem eram tratados com remédios, colocados em repouso e designados a aprender a conviver com o problema”, explica a fisioterapeuta Vivianne Curti. Nem todos os que desenvolvem a inflamação, no entanto, conseguem êxito com o tratamento medicamentoso. Apesar de não provocar muitos efeitos colaterais, em alguns pacientes a medicação tem o efeito enfraquecido com o passar dos anos, de acordo com Vivianne. Portanto, o uso de exercícios cinesioterápicos se revela como uma revolucionária modalidade de tratamento e forma mais rápida de reabilitar o ouvido interno acometido pela inflamação. A cinesioterapia é a prática de exercícios e movimentos corporais como recursos de tratamento.

“Depois do diagnóstico de labirintite, uma avaliação fisioterapêutica é direcionada à identificação dos déficits funcionais do paciente, a fim de estabelecer parâmetros para quantificar os efeitos dos déficits, desequilíbrio e vertigem. Os resultados dessa avaliação são usados para identificar problemas e desenvolver objetivos e métodos de tratamento. Esses mesmos resultados vão dar uma base para determinar o sucesso do tratamento”, explica a fisioterapeuta. Nem todos os que têm labirintite, no entanto, podem ser tratados com fisioterapia. De acordo com o fisioterapeuta Carlos Eduardo Cassiolato de Lima, o ideal é que o paciente faça uma avaliação para que a possibilidade do tratamento seja constatada e, depois disso, seja definido que tipo de exercícios é o mais indicado.

“No geral, até 15 sessões aliviam o problema. Mas tudo, desde a possibilidade até a quantidade de sessões, só pode ser definido com uma avaliação prévia.” A cinesioterapia pode ser feita no consultório médico ou permitir que alguns exercícios sejam feitos na casa do paciente, desde que as orientações dos profissionais de saúde envolvidos no tratamento sejam seguidas à risca. Lima afirma que os exercícios consistem em uma série que inclui movimentos oculares entre outros. “O sucesso do tratamento depende da reação de cada paciente. Alguns afirmam que se sentem melhores após a sexta ou sétima sessão. Outros precisam de mais de dez. O tratamento de labirintite com exercícios ainda é pouco conhecido, mas alcança resultados satisfatórios”, diz Lima.
   11/10/2009 - Sem fingir que está fácil
   11/10/2009 - Magreza também exige alimentação saudável
   11/10/2009 - Óleo de coco ajuda a equilibrar o organismo
   11/10/2009 - Inferno astral
   11/10/2009 - Fim seguro da gestação de risco
   11/10/2009 - Mulheres: tudo é possível a partir dos 50 anos de idade
   11/10/2009 - Dores que afetam boca e face são comuns
   11/10/2009 - Toxina botulínica é arma contra doenças
   11/10/2009 - Doença renal crônica
   11/10/2009 - O telefone e o dom
   11/10/2009 - Liberte-se e conte com ajuda sempre
   04/10/2009 - Nossa missão é ser feliz
   04/10/2009 - Transmita o ‘vírus’ da felicidade
   04/10/2009 - Respiração correta é caminho simples para o bem-estar
   04/10/2009 - Comportamento construtivo
   04/10/2009 - Conflitos emocionais nascem na infância
   04/10/2009 - Troque crença limitante por libertadora
   04/10/2009 - Acontecer
   04/10/2009 - Somos herdeiros de nós mesmos
   04/10/2009 - A arte de tentar

Conheça São José do Rio Preto

Grupo Diário de Comunicação
Jornal Diário da Região: Quem faz o jornal | Assine o jornal | Anuncie no jornal
FM Diário:
Quem faz a FM Diário | Anuncie na FM Diário
Site Diarioweb:
Quem faz o site | Assine o Diarioweb | Mapa do site
Revista Vida&Arte: Quem faz a Revista | Anuncie na Revista
©Copyright 2000 - Todos os direitos reservados ao Grupo Diário de Comunicação - São José do Rio Preto-SP Brasil
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast ou redistribuído sem prévia autorização.
Resolução mínima de 800x600